quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Beijo na chuva



Um beijo na chuva
Um beijo mordiscado
Um beijo sincronizado
Em sintonia
Em confusão
E profulsão
Nas noites enluaradas
Nas madrugadas 
Nas manhãs de domingo
Ouço a chuva
Enquanto espero minha roupa 
Enxugar no varal da sua casa...
Aqueço minha manhã
Com o seu beijo matinal

Arlã Rocha


2 comentários:

  1. Que delícia de versos que me trouxeram lembranças molhadas e cálidas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que delícia de comentário!obrigado querida!Bjs!

      Excluir